01

Locais a Visitar

Aproveite para fazer caminhadas, piqueniques e passeios de bicicleta pelos vários trilhos da Serra de Aire e desfrutar dos perfumes das ervas aromáticas que aí abundam.

Monumento Natural Pegadas de Dinossáurios

Fátima, Altar do Mundo

Convento de Cristo, Património Mundial

Castelos

Ourém, Torres Novas, Almourol, Porto de Mós, Leiria

Mosteiro da Batalha, Património Mundial

Mosteiro de Alcobaça, Património da Humanidade

Grutas de Mira d'Aire

Alvados, Moeda e Lapas

Praias fluviais

Olhos de Água e Agroal

02

Eventos de Interesse

Procissão das Velas

Fátima – 12 e 13 de Maio a Outubro

Feira do Cavalo/S. Martinho

Golegã – semana de 11 de outubro

Festa dos Tabuleiros

Tomar – 4 em 4 anos

Feira dos Frutos Secos

Torres Novas – 1ª quinzena de Outubro

03

Atividades ao Redor
btt2

BTT

“Constituindo grosso modo um triângulo que liga três núcleos populacionais com características bem distintas, Bairro, Vale de Cavalos e Casal Farto, este percurso pedestre poderá também ser realizado de bicicleta, sem grandes dificuldades para quem já está habituado a estas andanças”.
Saber Mais
caminhada

Caminhadas

A Serra de Aire é um parque natural com algumas das mais belas caminhadas. É composto por colinas calcárias robustas e tem uma paisagem notável, devido às antigas paredes de pedra que podem ser encontrados pelo parque todo.

A Serra é rodeada de pinhal e de uma vista panorâmica magnifica permitindo assim usufruir do sossego e prazer de espirito merecido.

pegadas

Pegadas de Dinossáuros

Espeleologia
O Monumento Natural das Pegadas de Dinossáuros da Serra de Aire, no extremo oriental da serra de Aire na povoação de Bairro, em pleno Parque Natural, contém um importante registo fóssil do período Jurássico, as pegadas de alguns dos maiores seres que alguma vez povoaram o planeta Terra: os dinossáurios saurópodes. Na laje calcária onde as pegadas se conservaram ao longo de 175 milhões de anos (Jurássico Médio), conhecida como jazida da Pedreira do Galinha, podem ser observados cerca de 20 trilhos ou pistas, uma delas com 147 m e outra com 142 m de comprimento. Os saurópodes eram animais possantes, herbívoros, quadrúpedes, de cabeça pequena e cauda e pescoço compridos. A cauda serviria, possivelmente, para se defenderem dos predadores; o pescoço, tal como a cauda, ajudaria estes animais a manter o equilíbrio, permitindo-lhes chegar à vegetação mais alta e torná-los mais competitivos em relação a animais de menor porte.
miradaire

Grutas de Mira de Aire

Espeleologia
Consideradas, desde Setembro de 2010, uma das 7 Maravilhas Naturais de Portugal, as Grutas de Mira de Aire, descobertas em 1947, para além da beleza natural que impõem nas salas que apresentam, são ainda, as maiores grutas turísticas de Portugal, tendo ao público 600 metros dos 11km que as compõem e recebendo, actualmente, cerca de 6 milhões de visitantes. As dimensões, a beleza e a importância ecológica destas grutas, associadas a um polje com inundações periódicas, permitiram que fossem classificadas como Imóvel de Interesse Público (1955) e Sitio RAMSAR (2005), e ainda, como local de indiscutivel interesse para estudos e investigações espeológicas que acontecem com regularidade.
Estalactites Malhada de Dentro

Algar da Malhada de Dentro

Espeleologia
Situado a cerca de 340 metros de altitude, já perto do sopé da vertente setentrional da Serra de Aire (cabeço da Goucha Larga), é dos poucos algares da região que atinge galerias fósseis. Após a descida do poço inicial com cerca de 50 metros atinge-se uma galeria larga que se desenvolve na direcção norte-sul e alcança uma extensão de cerca de 100 metros. A parte central e setentrional desta galeria é bastante concrecionada mas na parte sul a morfologia transforma-se e os abatimentos recentes do tecto dominam a paisagem. Uma passagem estreita e outra a meia altura na parede leste do poço de entrada dão acesso a outras partes da gruta com alguns aspectos curiosos a não perder pelo visitante interessado no estudo da evolução desta cavidade e da região.
escalada

Escaladas

A escalada no Poio d’Aire nasce a partir de um projeto de equipamento de vias de escalada que a Pé no Trilho colocou à apreciação da direção do Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros (PNSAC), em meados de setembro de 2006 e que este aprovou. Ultrapassados os trâmites legais que o equipamento de uma zona de escalada em área de paisagem protegida exige, foi colocar mãos à obra. Filipe Cardinal, José Abreu, Marco Cunha, Luís Pinheiro, Bruno e Nuno Carneiro foram os “equipadores” que trouxeram à luz este belo e escondido tecto que teve a sua primeira apresentação à “comunidade escaladora” no dia 26 de maio de 2007, com o “Roc Trip” organizado pela TEAM PETZL/BEAL. No entanto, estas paredes já há muito eram utilizadas como “escola” para bombeiros e espeleólogos que aqui vinham aprender e aperfeiçoar as suas técnicas de segurança e progressão em corda. Com as suas imponentes estalactites de quase dois metros é, sem dúvida, um dos mais belos locais para escalada de grau no nosso território.

04

Localização
No centro de Portugal, a Casa Catão fica situada na aldeia de Bairro, em plena Serra de Aire, a 8 km de Fátima e a 10 km de Ourém. Fica a 120 km de Lisboa, capital do país, a 90 km da histórica cidade de Coimbra e a 60 km das praias.

Morada

Rua do Rossio, nª 3 – Bairro, 2490-243 Ourém, Portugal

Coordenadas

39.5782281,-8.5956036

Faça a já o seu pedido de reserva:

Entraremos em contacto o mais rápido possível.

CONDIÇÕES: Estadia mínima de 2 noites // Pagamento – 50% na reserva e 50% no check-in // Cancelamento até 30 dias sem custos.

Top whatsapp